jusbrasil.com.br
22 de Outubro de 2019
    Adicione tópicos

    Promotoras Legais Populares recebem visita de Dilair Savi

    Em reunião com as futuras promotoras, a coordenadora da Sala da Mulher afirmou que dará continuidade ao projeto e que já organiza próxima turma para setembro

    Desde que retornou à função de coordenadora da Sala da Mulher da Assembleia Legislativa, Dilair Savi, esposa do primeiro-secretário da Casa de Leis, deputado Mauro Savi (PR), tem se inteirado de todas as ações desenvolvidas pelo setor responsável por vários trabalhos sociais em prol da população mato-grossense. E dentre os muitos trabalhos que a Sala da Mulher desenvolve está o projeto Promotoras Legais Populares, cujo objetivo é capacitar mulheres para fortalecer a influência feminina junto à comunidade, combatendo a violência, discriminação e facilitando o alcance aos seus direitos.

    Idealizadora do projeto Promotoras Legais Populares, Dilair Savi que apresentou a proposta ao Parlamento Estadual, em 2010, visitou as futuras promotoras que participam de um curso de capacitação, realizado dois sábados por mês, nas dependências da Assembleia e que conta com a parceria do Ministério Público Estadual (MPE). No último sábado (22), por exemplo, as participantes tiveram aula das 8h até às 18h com intervalo para o almoço.

    Durante a visita, Dilair Savi parabenizou as quase 60 pretensas promotoras legais populares que iniciaram o curso em março deste ano. Estamos felizes por esse projeto ter dado certo e na expectativa de receber mais mulheres para a próxima capacitação que está prevista para começar em outubro, disse a coordenadora da Sala da Mulher, ao destacar que em setembro haverá uma reunião com outro grupo de mulheres, para que em outubro deste ano uma nova turma dê início ao curso.

    Dona Bertulina Miranda é moradora do bairro CPA IV, em Cuiabá, e professora em uma escola da região. Segundo ela, o curso será aproveitado em sua comunidade e especialmente com os alunos do programa Educação para Jovens e Adultos (EJA).

    Estou muito feliz em poder participar desse curso. Tenho aprendido muito e quero levar esse conhecimento para o meu diaadia, junto aos meus alunos e a minha comunidade. Desde que comecei tenho contato com promotoras, desembargadoras e juízas, algo que parecia tão distante, mas que hoje faz parte do meu cotidiano. Discutimos de tudo, principalmente nas leis o que inclui direitos e deveres do cidadão, comemorou.

    Diante do depoimento de dona Bertulina, Dilair Savi ressaltou que é exatamente essa a ideia, acrescentando ainda que, o projeto possui traços dos ideais de justiça, democracia e dignidade, da defesa dos direitos humanos e da construção de relações igualitárias e justas, possibilitando a criação de novos espaços de união e articulação que abrem caminhos e rompem barreiras contra a discriminação, violência e opressão, principalmente contra mulheres.

    É um curso rápido, já que são apenas seis meses, mas que tem um retorno extremamente positivo, tendo em vista que o intuito é trabalhar com pessoas, trabalhar emoções, mediar o diálogo e assim, praticarmos a civilidade que tanto almejamos, dando um basta na violência, avaliou Dilair ao destacar o aumento da capacidade de diálogo por meio de interlocutoras, neste caso, as Promotoras Legais Populares.

    COMO PARTICIPAR As interessadas deverão se inscrever previamente para uma das turmas com os organizadores do projeto e a coordenação técnica. Em Cuiabá as aulas são ministradas na Escola do Legislativo de Mato Grosso, no Centro Político e Administrativo, na Av. André Maggi, nº 06, telefone (65) 3313-6348.

    Mais informações:

    Assessoria de imprensa da 1ª Secretaria

    (65) 3313-6519/6507 / 8110-8484

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)