jusbrasil.com.br
15 de Setembro de 2019
    Adicione tópicos

    Maluf propõe em audiência pública recriação da Secretaria Estadual de Turismo

    Parlamentar vai protocolar documento assinado por 20 parlamentares com a proposta e as reivindicações apresentadas na audiência pública

    O turismo e a infraestrutura hoteleira na região metropolitana de Cuiabá foram temas de uma audiência pública realizada na tarde de hoje (24) na Assembleia Legislativa. O evento, requerido pelo deputado Guilherme Maluf (PSDB), teve por objetivo buscar propostas para deixar o turismo mato-grossense mais forte e competitivo nacional e internacionalmente, além de, ter alternativas para vencer a crise hoteleira em Mato Grosso, fato consumado nos últimos três anos.

    “A audiência é para ouvir todas as partes interessadas e também a sociedade, com propostas para sair da crise, sobretudo, atraindo mais turistas para o estado”, afirmou Maluf.

    Para fortalecer a classe hoteleira e incrementar o turismo mato-grossense, o deputado, junto com representantes do setor, confirmou para o dia 01/06, às 11 horas um encontro com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), quando vai protocolar um documento assinado por 20 parlamentares com a proposta de recriação da Secretaria Estadual de Turismo e todas as reivindicações apresentadas na audiência pública.

    “Temos o respaldo da Casa de Leis, e nesta ocasião precisamos ter o apoio e parceria do governo do estado para derrotar a crise e incrementar recursos para o turismo estadual”, revelou Maluf.

    Segundo o deputado, ficou acertado ainda que a Assembleia Legislativa, a Secretaria de Turismo e o Sebrae vão elaborar um questionário para realização de uma pesquisa com o propósito de alavancar material para fortalecer o turismo e a classe hoteleira no estado.

    O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), reforçou o apoio à classe de turismo e hoteleira de Mato Grosso. Ele apoiou a iniciativa da elaboração da pesquisa para saber quais as causas que impedem o setor de turismo de prosperar.

    Destacou que nem mesmo a supersafra agrícola promoveu melhorias na economia. Também mencionou a necessidade de reavaliar a política econômica de Mato Grosso e a cobrança de commodities.

    “Até quando vamos abrir mão das commodities? Temos que repensar essa questão. Vamos identificar onde estão os problemas para que possamos contribuir de alguma forma com o setor”, disse Botelho, ao questionar o fechamento de hotéis, bares e restaurantes em Mato Grosso, especialmente em Cuiabá, que contabiliza o encerramento de empresas tradicionais.

    Na audiência, o secretário-adjunto de Desenvolvimento do Turismo, Luís Carlos Nigro, garantiu que o setor terá um ganho a mais em julho, pois neste mês o governador Pedro Taques vai regulamentar o decreto para a instalação do Conselho Estadual de Cultura.

    “O Conselho já foi criado, mas falta ser instalado e regulamentado pelo governo. Aí podemos discutir e propor planejamento e políticas públicas, com ações e projetos de desenvolvimento do turismo no estado”, falou Nigro.

    Conforme dados divulgados pelo presidente da Associação da Indústria de Hotéis de Mato Grosso, Bruno Delcara, o estado vem enfrentando prejuízo há mais de três anos.

    Ele mostrou que, em 2014, a taxa de ocupação na rede hoteleira de Mato Grosso era de 70%; em 2015 ficou em 55% da capacidade; para 2016, com o índice de 48% e, de janeiro a abril deste ano, está no total de 42%. “Estamos trabalhando apenas para pagar impostos e funcionários”, apontou Delcara.

    Baseado nesses números, ele disse ainda que Mato Grosso conta com 584 leitos a menos para receber turistas, e fez um alerta para os participantes. “Pode ter mais hotéis fechados nos próximos dias”, disse.

    Secretaria Estadual de Turismo - O deputado Guilherme Maluf apresentou na sessão matutina de hoje a indicação nº 938, propondo a necessidade de recriação da Secretaria Estadual de Desenvolvimento do Turismo.

    O documento foi aprovado pelos deputados e será entregue ao governador Pedro Taques na reunião do dia 01/06 com assinatura de todos os parlamentares.

    Vale destacar que a Sedtur existia no Estado até a gestão passada e foi absorvida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.

    “Pelos desafios existentes e a potencialidade do turismo de Mato Grosso, a estrutura de secretaria se faz necessária mesmo nesses tempos de crise econômica, e pode ser recriada com um remanejamento da estrutura já existente e que atualmente integra o quadro da Sedec”, garantiu Maluf.

    Para o presidente da Confederação Nacional do Turismo Regional, Jaime Okamura, a recriação da Sedtur vai oferecer mais propriedade à missão de planejamento para o setor. “O objetivo é tornar o estado destino turístico consolidado e competitivo no Brasil e exterior, cumprindo a gestão das políticas públicas de turismo que propiciem o crescimento econômico”, avaliou Okamura.

    Conselho Estadual de Turismo – Criado em 20 de abril de 2016, pela Lei nº 10.306, o Conselho Estadual de Desenvolvimento do Turismo (Cedtur) jamais foi implantado, no entanto, a partir de junho, o governador Pedro Taques, vai regulamentar a instalação.

    Consta que o Conselho será constituído paritariamente por representantes dos setores público e privado, sendo a composição definida por decreto. Compete ainda ao Conselho estudar, opinar e acompanhar e propor sobre o planejamento, as políticas públicas, as diretrizes e estratégicas, ações e projetos de desenvolvimento do turismo no estado, observando a sustentabilidade econômica, ambiental, social e cultural.

    “Precisamos unir forças e buscar parcerias para vencermos a crise neste setor com o apoio de órgãos públicos também”, definiu Maluf.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)